Prof. Dr. Sérgio Eduardo Silva de Oliveira

 

 

Os interesses de pesquisa do Prof. Dr. Sérgio Oliveira estão relacionados à área da avaliação psicológica aplicada ao contexto clínico. O professor desenvolve estudos de construção e adaptação transcultural de instrumentos para a avaliação de construtos de interesse da psicologia clínica, com ênfase em psicopatologia e personalidade. Ainda, seus interesses de pesquisa envolvem o estudo empírico e quantitativo de relação entre variáveis psicopatológicas e a aplicação de tecnologias para o desenvolvimento de novos modelos de mensuração.

 

Formação acadêmica:

·      Graduação em Psicologia, Centro Universitário de Lavras, 2009

·      Especialização em Avaliação Psicológica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2014

·      Mestrado em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2012

·      Doutorado em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2016

·      Estágio de doutorado sanduíche, University of Minnesota, EUA, 2015

 

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7397923176812272

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2109-4862

 

Afiliações institucionais:

·      Membro associado do Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica – IBAP (http://www.ibapnet.org.br/)

·      Membro do HiTOP Consortium (https://renaissance.stonybrookmedicine.edu/HITOP)

·      Coordenador do Grupo de Trabalho de Avaliação Psicológica e Psicopatologia da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP) (https://www.cadastro.anpepp.org.br/grupotrabalho/public)

 

Grupo de pesquisa:

·      Coordena o Núcleo de Estudos em Avaliação Psicológica Clínica (NEAPSIC), UnB (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3236802887934928)

·      Pesquisador colaborador do Grupo de Estudo, Aplicação e Pesquisa em Avaliação Psicológica (GEAPAP), UFRGS (http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2061749646420487)

o   Página: http://www.ufrgs.br/geapap/

o   Facebook: https://www.facebook.com/geapap/

o   Instagram: https://instagram.com/geapap.ufrgs?igshid=1l7wllvacited

 

Projeto de extensão:

·      Coordena o Serviço de Avaliação Psicológica (SAPsi), UnB, desde 2017.

o   Trata-se de um projeto que tem como objetivo auxiliar a formação de alunos da graduação, da pós-graduação e profissionais da Psicologia na aplicação da avaliação psicológica no contexto clínico. Para tanto, o SAPsi oferece atendimentos a preço social para a comunidade interna da UnB e para a comunidade carente de Brasília e entorno.

§  Página: http://sapsi.unb.br/

§  Facebook: https://pt-br.facebook.com/SAPsi.UnB/

 

Pesquisas em andamento:

1.     Construção e evidências de validade de instrumentos psicológicos para o Exército Brasileiro

·      O presente projeto é fruto de uma demanda do Exército Brasileiro, que está em busca de aprimorar os processos de seleção de servidores que irão se incorporar a uma das diferentes escolas de formação. Essa demanda surge de desafios contemporâneos, como o fenômeno de banalização de testes psicológicos (publicização) e como o desenvolvimento de conhecimentos científicos acerca de modelos de avaliação e mensuração que sejam adequados aos contextos e cargos. A presente pesquisa se justifica pela inexistência de instrumentos específicos para a avaliação de candidatos que apresentem um perfil psicológico adequado às atividades profissionais dos cargos do Exército Brasileiro. A criação de modelos de mensuração que apresentem adequadas propriedades psicométricas deve seguir procedimentos científico-metodológicos rigorosos, de modo a se garantir que os instrumentos sejam capazes de estimar com precisão as características psicológicas de interesse.

O Prof. Dr. Sérgio Oliveira é o gestor do projeto.

 

2.     Pesquisa nacional sobre as condições de saúde, segurança, valorização e qualidade de vida dos profissionais de segurança pública

·      Trata-se de uma pesquisa que será realizada por meio de um Termo de Execução Descentralizada entre a UnB e o MJ/SENASP, junto à Finatec, considerada a mais abrangente pesquisa de Segurança Pública realizada no Brasil, com foco nos aspectos de saúde, segurança, valorização e qualidade de vida. Como diferencial, a pesquisa não se baseará tão somente no processo de diagnóstico, mas também na proposição de intervenções e na obtenção de dados e de informações sobre a qualidade de vida individual dos profissionais e a coleta, oferecida pelas Instituições de Segurança Pública, propiciando a construção de indicadores e, posteriormente, norteando a formulação de políticas públicas mais assertivas e efetivas. A presente pesquisa é uma das entregas previstas do Projeto Estratégico PRÓ-VIDA, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, constituindo-se em uma etapa imprescindível para o desenho da política pública de valorização dos profissionais de Segurança Pública. Os resultados gerados com a pesquisa permitirão uma política pública focada no problema a ser resolvido e permitirão ações mais efetivas com grande potencial de impacto no cotidiano dos profissionais de Segurança Pública do país. Além disso, a pesquisa permitirá também, entre outros aspectos, o desenho da política pública de valorização profissional de forma mais precisa, baseada em evidências e com o enfoque direcionado para neutralizar as causas dos problemas identificados. Espera-se, portanto, a obtenção de dados e de informações precisas e confiáveis para a elaboração de políticas públicas na área de Segurança Pública mais assertivas e de maior efetividade, facilitando a tomada de decisão e a priorização dos problemas a serem enfrentados.

O Prof. Dr. Sérgio Oliveira é o gestor do projeto.

 

3.     Estudos Psicométricos do Inventário de Funcionamento da Personalidade para o DSM-5

·      O modelo alternativo de diagnóstico dos transtornos da personalidade propõe que o centro da patologia da personalidade é caracterizado por prejuízos importantes no funcionamento do Self e Interpessoal. O presente estudo tem como objetivo investigar as propriedades psicométricas de um modelo de mensuração elaborado para avaliar esse critério. Para tanto serão conduzidos quatro estudos com objetivos específicos, a saber: 1) Investigar a estrutura interna e levantar evidências de validade e fidedignidade; 2) Examinar a capacidade das Escalas de Validade em discriminar padrões enviesados de respostas; 3) Analisar a estabilidade temporal e interavaliadores; e 4) Verificar evidências de validade clínica do instrumento. Para tanto, participarão um total de 4.855 indivíduos, sendo 3.000 estimados para o estudo 1, 1.500 para o estudo II, 350 para o estudo III e 5 para o estudo IV. Estatísticas descritivas, bivariadas e multivariadas serão utilizadas para análise dos dados.

O Prof. Dr. Sérgio Oliveira é o coordenador dessa pesquisa.

 

4.     Fatores internos de proteção e de risco para a gravidade de sintomas do transtorno de estresse pós-traumático: otimismo, esperança e funcionamento da personalidade

·      A presente pesquisa, refere-se à dissertação de mestrado da psicóloga Flávia Ulhôa Pimentel e visa à investigação do impacto de fatores psicológicos positivos (otimismo e esperança) e de prejuízo do funcionamento da personalidade sobre o grau de severidade da manifestação de sintomas do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Espera-se poder aprofundar, com base em modelos multivariados, o conhecimento acerca dos fatores de risco e proteção sobre os sintomas de TEPT.

O prof. Dr. Sérgio Oliveira é orientador da mestranda que coordena essa pesquisa.

 

5.     Mulheres vítimas de múltiplas relações abusivas: influências das experiências traumáticas na infância e do funcionamento patológico da personalidade

·      A presente pesquisa, refere-se à dissertação de mestrado da psicóloga Lucyla Késia de Carvalho Silva e tem por objetivo compreender o peso de fatores individuais (funcionamento da personalidade e autoconceito feminino), contextuais (experiências traumáticas na infância) e culturais (crenças de amor e de papel feminino) sobre a manutenção de relacionamentos amorosos abusivos. Por meio de modelos multivariados, essa pesquisa visa identificar a importância dessas variáveis na vitimização de violência sofrida por parceiros íntimos de modo a subsidiar modelos de prevenção e intervenção.

O prof. Dr. Sérgio Oliveira é orientador da mestranda que coordena essa pesquisa.

 

6.     Mudança de traços patológicos da personalidade: fatores internos e externos associados.

·      A presente pesquisa, refere-se à dissertação de mestrado da psicóloga Melise Rute Calheiros Bispo e visa analisar, por meio de uma abordagem retrospectiva, as mudanças nos níveis de traços patológicos da personalidade em um intervalo de 10 anos e levantar os fatores internos e externos que influenciam essas mudanças. Ainda, o estudo busca identificar a associação entre traços patológicos da personalidade e mudanças. Os modelos de traços da personalidade utilizados nesse estudo são aqueles descritos no DSM-5 e na CID-11.

O prof. Dr. Sérgio Oliveira é orientador da mestranda que coordena essa pesquisa.

 

7.     O modelo diagnóstico de transtornos da personalidade da CID-11: Estudos psicométricos

·      A presente pesquisa, refere-se à dissertação de mestrado do psicólogo Neidsonei e tem por objetivo investigar as propriedades psicométricas de três instrumentos projetados para a avaliação dos traços patológicos da personalidade de acordo com o modelo dimensional da CID-11. Para tanto, serão feitas as traduções e adaptações transculturais das seguintes medidas: 1) Personality Inventory for ICD-11 (PiCD); 2) The Five-Factor Personality Inventory for ICD-11 (FFiCD); e 3) Borderline Pattern Scale (BPS). A presente pesquisa visa disponibilizar para a comunidade científica e clínica brasileira os instrumentos que serão implementados para o diagnóstico dos transtornos da personalidade na CID-11.

O prof. Dr. Sérgio Oliveira é orientador da mestranda que coordena essa pesquisa.